Beira Praia Shopping - O seu shopping em Boiçucanga - São Sebastião / SP

   00:00:00


Notícias


Erenita quer oficina de artes no litoral.


Noticia

Suas mascaras já foram parar em “Purple Rain”, filme estrelado por aquele musico Prince.
Já trabalhou com famosos do teatro brasileiro, como Antunes Filho, Antonio Abujumra, Juca de Oliveira e José Possi Neto, fazendo cenários e adereços para peças.Avesso a mostras e vernissages, há três anos o artista plástico paulista Neneco resolveu largar tudo e morar no sertão de Cambury em São Sebastião (160km de São Paulo).
A profissão e os ideais, no entanto não abandonou nunca. Como arte para ele tem que estar ligada a educação pretende inaugurar brevemente um galpão onde vai transmitir seus conhecimentos aos garotos e caiçaras do local.
Será o primeiro centro cultural da região, bastante afastada, não apenas fisicamente da badalada orla do litoral norte do estado.
Enquanto busca recursos para o projeto, vai tocando uma mini-escola de artes em sua própria casa, uma construção simples, quase no meio do mato, e que, em dia de chuva, só se chega de helicóptero.


Toda decorada por mascaras, especialmente do artista. A casa sempre recebe visitas de adolescentes. Muitos nunca foram a um museu, mas, pela mão de Neneco, vão aprendendo a pintar, esculpir, e de quebra, em meio a bate-papos, tem aulas de musica, literatura e teatro.
“Quero movimentar isso aqui”, exclama, em entrevista a Folha.
Trabalhar com crianças não é novidade para esse homem de idade e nome de batismo jamais revelado (“você sabe o suficiente, é o que basta”).
Nos tempos em que morava no centro de São Paulo, Bexiga, “adotou 13 meninos de rua, que passaram a ter lições de canto, dança, pintura. Até banho e tratamento dentária eles recebiam, tudo financiado por doações.
A casa era um misto de loja, centro cultural e creche. “Ele sempre ampliou o papel da arte fazendo dela um trabalho social. Isso é fantástico”, disse o ator Sergio Mamberti, que já trabalhou com Neneco em “Hamlet”. Essa historia ajuda a entender seu estilo de vida. Poderia ter feito exposições, colocado suas mascaras e esculturas a venda em alguma loja “cabeça”, ganhando dinheiro.
Não consigo vender minha arte para dondocas. “Quero que pessoas especiais comprem meu trabalho”, desabafa.
Por essas e outras, não basta chegarem a casa e ir perguntando logo de cara o preço de alguma mascara. “Tem de me convencer primeiro”, brinca.
Foi o que fez a produção “Purple Rain”, do ex-Price, que certa vez comprou alguma das mascaras suas, pedindo autorização para usá-las no filme.
Elas decoraram o quarto do personagem interpretado pelo autor.
Nascido em Araraquara, Neneco se interessou por arte por causa de sua paixão pela musica – “Sou um cantor frustrado”.
Filho adotivo acabou saindo de casa quando o pai começou a implicar com sua escolha profissional.
Tentou ser ator, mas a sedução pelos bastidores falou mais alto. Interessou-se pelo cenário, figurinos e adereços. Até que foi indicado por um amigo a Antunes Filho. Foram 5 anos como diretor de cena e aderecista de Macunaíma, peça com a qual viajou para a França, EUA, Itália, Alemanha e etc. “Aprendi muito com o Antunes. Ele limpa seu eco e mostra que você ainda não é ninguém. É um processo duro, mas maravilhoso.” A partir daí, seu currículo inflou, a ponto de contabilizar trabalhos com Juca de Oliveira, Márcio Aurelio, Antonio Abujamra, Naum Alves de Souza. Junto com o coreografo e bailarino Ismael Ivo, viajou para Berlim, onde apresentou o espetáculo “Minotauros”. Sua atração, pelas mascaras surgiu na época em que era maquiador. “A pintura no rosto era muito efemera, queria algo que se prolongasse.” Sempre tendo como base papel, ele se utiliza os mais diversos materiais, de cerca de galinheiro á camisinha. Não prendendo a um so estilo, pode fazer uma mascara japonesa e , em seguida, reproduzir algum personagem de historia em quadrinhos, uma de suas fontes de inspiração. Repudiando aqueles que acham que ele vive de “papo para ar” fumando maconha o dia todo, Neneco confessa que “só quer trabalhar em paz”

“Se conseguir isso já estou feliz”.






Publicidade



Wi-fi Gratuito - Sistema gratuíto de internet na praça de alimentação.



Serviços Públicos




Preencha e Receba novidades em seu e-mail.


Horário de Funcionamento




Beira Praia Shopping | Av. Walkir Vergani, 614 | Fone (12) 3865.4255 | São Sebastião - SP                           Todos os direitos reservados | 2004-2010 | Desenvolvido por Zacarelli Creative Design